Por: Anderson Kreutzfeldt | 3 anos atrás

10476496_1006773389376357_6604320788030206506_n

“Cara Christine,

Você me desapontou como filha. Está certa sobre termos uma “vergonha na família”, mas errou na pessoa.

Expulsar seu próprio filho de sua casa simplesmente porque ele disse ser gay, isso sim é a verdadeira “abominação”. Uma mãe abandonar o filho é que é “contra a natureza”.

A única coisa inteligente que ouvi você dizer sobre tudo isso é que “não criou seu filho para ser gay”. Claro que não criou. Ele nasceu assim e não escolheu isso. Você, entretanto, fez a escolha de ser ofensiva e mente-fechada. Então, já que esse é um momento de abandonarmos filhos, acho que chegou a hora de dizer adeus a você. Tenho um fabuloso neto para criar e não tenho tempo para uma filha que é uma v**** sem coração.

Se encontrar o seu coração, ligue para mim!

Pai”