Por: Sistema Por Acaso | 20/03/2017

Ainda criança, Kátia Kohlbach já tinha olhar diferenciado aos comerciais. Ficava encantada ao assisti-los durante os intervalos e relutava para não trocarem de canal. A certeza da paixão pela publicidade veio na adolescência, após a repercussão nacional de um comercial produzido para a Kohlbach Motores, fundada pelos seus avós.

As trajetórias de muito trabalho da família inspiraram a empresária a traçar seu próprio caminho. Kátia desconsiderava a hipótese de apenas casar e ter filhos, queria ser bem sucedida profissionalmente e provar que era competente. Aos 15 anos, começou a trabalhar na fábrica de motores e aos 17 foi estudar e fazer estágio na agência que tinha produzido o comercial para a Kohlbach, em Curitiba. Já em Jaraguá, ela conclui a graduação de Administração e foi para Austrália, onde aperfeiçoou seu inglês.

Durante esse período, a Kohlbach foi vendida e seu pai havia fundado uma agência de publicidade, a KWB Comunicação. A empresa passava por dificuldades financeiras e precisava de uma gestão planejada e organizada, que ficou a cargo de Kátia. “Foi um trabalho de dois anos até ela se reerguer. Um dos maiores desafios desse período foi pagar o salário dos funcionários sem ter dinheiro no caixa. Certa vez, atrasei três dias e fiquei muito mal por isso, mas consegui dinheiro emprestado para remunerá-los. Após vencer essa barreira, tive certeza que eu estava capacitada para continuar na KWB”, conta.

18_citac

De lá para cá, passaram-se 23 anos de muitas transformações e crescimentos. Hoje, a KWB é especialista em serviços integrados de comunicação, que vão desde o planejamento estratégico do material, passando pela criação das peças, redes sociais, mídia, produção e divulgação. Kátia cuida do administrativo da agência e conta com a ajuda de mais dois sócios, Talita na área comercial e Rafael na criação.

“Nós três crescemos com a agência e nos especializamos em suas respectivas funções. Éramos jovens no começo e hoje somos profissionais capacitados”, observa Kátia. A KWB é formada por uma equipe de 15 pessoas e investe na prospecção de clientes. O grande diferencial, segundo a empreendedora, é a preocupação com a estratégia de comunicação. “Não basta só fazer um folder bonito, ele deve estar alinhado com o propósito do anunciante e com o planejamento de comunicação da empresa”.

Na vida pessoal, Kátia precisou se reinventar ao se tornar mãe do Pedro Otávio, de 8 anos, e Ana Alice, de 6. “Até o parto, era comum eu acordar às 4h para trabalhar. Voltei para o trabalho um mês depois do nascimento do Pedro, até levava ele junto. Três anos depois, quando adotei a Ana, a rotina ficou ainda mais complicada e então, usei todas as habilidades que só nós mulheres temos para nos organizar”, relata.

Em 2012, após um longo período se dedicando muito ao trabalho, Kátia definiu que não iria trabalhar mais após as 18h para aproveitar o tempo com os filhos. Ela também não abre mão de levá-los e buscá-los na escola todos os dias e de viajar com o marido Thomaz. “Quando as coisas não estão indo tão bem como gostaríamos, é preciso se reinventar e equilibrar-se”, avalia.

Kátia finaliza revelando que seu objetivo profissional é expandir as fronteiras da KWB Comunicação em todo o Sul do Brasil.Pessoalmente, seu sonho é que os filhos sejam felizes e alcancem seus desejos assim como ela alcançou.