Por: Gabrielle Figueiredo | 06/08/2015

Segue artigo publicado por Lucas Pavin no site O Correio do Povo

Sobrou disposição, mas faltou futebol. Na noite de quarta, dia 5, o Juventus tentou, mas saiu de campo com mais uma derrota na Série B do Campeonato Catarinense. Jogando no Estádio João Marcatto, o Moleque Travesso foi superado pelo Camboriú por 2 a 0, em duelo válido pela sexta rodada do returno da competição e vê o sonho do acesso cada vez mais distante.

Foto: Eduardo Montecino/OCP

Foto: Eduardo Montecino/OCP

Restando apenas três rodadas para o término do Estadual, o time comandado pelo técnico Edson Borges se encontra na quinta posição, com 23 pontos, cinco a menos que o Brusque, que é o vice-colocado e próximo adversário da equipe no campeonato. Uma derrota no Estádio Augusto Bauer, no domingo, dia 9, tira automaticamente as chances de subir do Juve.

O jogo

O jogo desta quarta-feira contou com a vontade de um lado e a organização do outro. Enquanto o Tricolor buscava os três pontos apresentando raça aos pouco mais de 300 torcedores que estiveram no João Marcatto, o Camboriú era cirúrgico no setor ofensivo e criava as melhores chances de gol. Tanto que aos 14 minutos de bola rolando, em jogada pela esquerda, o atacante Bruno subiu sozinho na área e abriu o placar. A partir daí, o Juve tentava igualar a partida, através de bolas alçadas na área, mas sem sucesso. Já os visitantes apostavam no erro dos donos da casa para surpreender no contra-ataque. E foi com essa proposta que o Cambura ampliou o marcador. Aos 29 minutos da etapa final, Gessé recebeu passe de Brasão e fuzilou para o fundo das redes, decretando os 2 a 0.

“Empenho e garra não faltou, mas futebol não é só isso. Estamos vacilando dentro de casa e complicou de novo. Mas aqui tem um grupo de homens, nos cobramos muito e temos que ter a cabeça no lugar, porque faltam três jogos e podemos classificar. Ficou difícil, mas vamos lutar até o fim”, disse o volante e capitão Muçamba.