Por: Ricardo Daniel Treis | 8 anos atrás

O vereador Justino Pereira da Luz (PT) anunciou, na sessão desta quinta-feira (6 de maio), sua renúncia ao cargo de membro da Comissão de Educação, Cultura, Esporte, Saúde e Assistência Social da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul.

Justino justificou sua saída dizendo que não há mais condições trabalhar ao lado do vereador José Ozorio de Avila (DEM), dono de uma farmácia investigada por uma operação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e da Polícia Federal, e que foi preso no final de março.

“Embora o que aconteceu com o vereador, mesmo que não tenha sido dentro da Câmara, na condição de cristão e pai que sou, peço a renúncia da comissão de saúde a partir deste momento”, disse o petista. O pedido foi aceito pela presidência.

O Partido dos Trabalhadores já havia divulgado anteriormente uma nota sugerindo a saída de José Ozorio da comissão, pois, segundo o documento, o vereador não teria condições éticas de presidir uma comissão que discute a saúde no município. O mesmo pedido foi feito pelo Conselho Municipal de Saúde, que também pediu a renúncia do mesmo ao cargo.


Por Rosana Ritta, Assessoria da Câmara de Vereadores, via Mr. Peron.