Por: | 8 anos atrás

 

jose aldo

Com apenas 24 anos, José Aldo é apontado como o principal fenômeno do MMA da atualidade e com as derrotas de BJ Penn e Fedor Emelianenko, além das atuações inconstantes de Anderson Silva, pode fechar 2010 como o melhor peso-por-peso do ano. Para confirmar essa supremacia, ele terá nesta quinta-feira sua segunda defesa do cinturão dos penas do WEC.

jose aldo

Vai uma joelhada voadora dupla aí?

Com sete vitórias consecutivas desde que chegou ao torneio de categorias mais leves de peso dos mesmos donos do UFC, o brasileiro enfrenta o armênio Manny Gamburyan na edição 51 do evento, depois de conquistar o título ao nocautear Mike Brown em novembro de 2009 e defender o cinturão pela primeira vez contra Urijah Faber, em abril.

Mesmo com um currículo invejável no MMA e muito elogios mundo afora, José Aldo mantém cautela e seu estilo frio. Evita mostrar empolgação em suas entrevistas e é sempre comedido em suas declarações, quase tímido. “Antes eu era apenas um garoto que estava chegando. Agora eu sou o campeão, mas sei que a qualquer momento posso não ser mais.”

Nessa sua segunda defesa, o lutador carioca terá pela frente um rival que vem de três vitórias no torneio, incluindo a última sobre o ex-campeão Mike Brown. “Ele é um cara muito duro, com um wrestling e um judô muito forte. Dificilmente alguém escapa de pé de um golpe dele do queixo. É por isso que estou muito preparado para essa luta.”

“Eu assisti muitas lutas do meu oponente para me preparar muito bem, estou pronto para qualquer coisa que ele apresente nessa luta. Sinto que esse combate será entre dois caras que tem estilos muito parecidos, por isso eu apenas adaptei e aperfeiçoei o que já vinha fazendo nos meus treinos”, completou.

Mesmo sendo considerado o azarão para essa luta, Manny Gamburyan está confiante para tomar o cinturão do brasileiro. “Não importa que as apostas estejam todas em cima dele. Aconteceu a mesma coisa contra o Mike Brown. Sou sempre o azarão. Eu sei exatamente o que ele vai fazer. Tenho um plano para ser campeão e vou conseguir.”

Via UOL.