Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

Na segunda matéria da série: “Insegurança. Até quando?”, o Jornal do Meio-Dia mostra o crescimento da ação de caixeiros na região Norte, e a falta de estrutura da polícia para combater os crimes. Cada vez mais ousados, os bandidos têm usado explosivos para arrombar os equipamentos, e Joinville é o principal alvo dos caixeiros, concentrando 55% das ocorrências registradas em todo o Estado. Ainda assim, a cidade não conta com uma unidade do Bope para realizar o recolhimento de explosivos deixados por caixeiros, por exemplo.

Da mesma forma, a polícia de Joinville também depende do IGP em Florianópolis para a realização de perícias e exames, o que atravanca o trabalho das equipes de investigação. Joinville tem um IGP que atende toda a região Norte, mas os laudos mais complexos só são realizados em Florianópolis, devido ao custo da implantação de laboratórios e à falta de efetivo.

Via RicMais