Por: Max Pires | 8 anos atrás

joaquin phoenix

Parece que o ano em que Joaquin Phoenix ficou “ausente” do cinema, ele realmente pirou. Seu documentário I’m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix (algo como Continuo Aqui: O Ano Perdido de Joaquin Phoenix), exibido em Cannes, chocou o público do festival.

O ator apareceu no evento para apresentar aos possíveis investidores e distribuidores o seu filme, uma espécie de falso documentário ao estilo de Borat ou Bruno, de Sacha Baron Cohen, só que ainda mais polêmico.

Os motivos? São apresentadas várias sequências de sexo explícito e momentos verdadeiramente perturbadores que envolvem violência física e outras perversidades morais e sexuais.

Phoenix cheira cocaína na frente da câmera, chama prostitutas pelo telefone, faz sexo oral com uma assessora de imprensa e trata abusivamente seus assistentes. O pior momento talvez seja quando um desses assistentes defeca em cima de Phoenix enquanto o ator dorme.

As principais distribuidoras do mercado cinematográfico presentes não fizeram qualquer comentário oficial, mas muitos dos seus representantes disseram que trata-se de um registro deplorável e digno de uma pessoa demente.?

Via Virgula.


Pra quem não lembra, Joaquin Phoenix era (ou é) esse cara aí:

Joaquin Phoenix