Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

Fiquei meio intrigado com a situação, convenhamos, agressiva registrada pela mídia ontem:

[youtube_sc url=”http://www.youtube.com/watch?v=EB4AHlgtWHg” width=”640″ autohide=”1″]

Ato áspero, o que levaria Barbosa a ignorar Dilma? Cada brasileiro leu no gesto dele o que faria por si. Há quem comente que é protesto à falta de Educação, há quem diga que a presidenta não mereça tal simpatia, há quem diga que o juiz “não aperta mão de bandido”, que foi mostra de rivalidade, e por ai vai, misturando até religião no meio – a caixa de comentários no YouTube tá de uma fertilidade ímpar.

Ciente da repercussão do fato a assessoria de Joaquim Barbosa manifestou-se, e disse que ele e várias outras autoridades ficaram com a presidente Dilma em uma sala, antes da chegada do papa. Segundo o assessor, como os dois já tinham se cumprimentado e conversado antes, provavelmente, Barbosa achou que não era o caso de cumprimentá-la novamente.

“Provavelmente”. Ou vai que o Barbosa é só um cara tímido, com pouca habilidade social, certo? De qualquer forma, pegou mal. Agora se foi pra ele ou pra presidenta, o fato é que cada um lê ali o que faria por si.