Por: Gabrielle Figueiredo | 2 anos atrás

Segue artigo publicado por Daniel Filho no site O Correio do Povo

A jaraguaense Alida Grubba está reconhecida oficialmente como a pessoa mais idosa do Brasil. Com 112 anos, ela foi incluída na lista de supercentenários do Grupo de Pesquisa em Gerontologia (GRG, na sigla em inglês). O reconhecimento veio no último dia 28, após a comprovação através de documentos de Alida e contato da entidade com o jornal O Correio do Povo desde o ano passado.

Na lista, que reúne pessoas a partir dos 110 anos, Alida Victoria Grubba Rudge é a 37ª pessoa mais velha do mundo e a única brasileira a ter comprovado a idade com documentação.

Foto: Eduardo Montecino/OCP

Foto: Eduardo Montecino/OCP

O GRG é o consultor principal para o Guinness World Records, o Livro dos Recordes, e autenticou a brasileira Maria Gomes Valentim (1896-2011) e, atualmente, a americana Susannah Jones (116 anos) como as pessoas mais idosas do mundo. “A análise da documentação no caso dela é bem rápida e tivemos de ter o apoio da família. Não há nenhuma dúvida que ela é a pessoa mais velha do Brasil com comprovação oficial”, destaca o correspondente do GRG no Brasil, Ricardo Lago.

A cuidadora Darci Holtz afirma que Alida não se surpreendeu com a notícia oficial, o que mostra a simplicidade da idosa. “Fomos para Pomerode no fim de semana. Ela continua passeando e jogando baralho. Apesar de não andar mais, está bem”, comenta Darci. Como se não fosse algo extraordinário ter 112 anos, Alida é modesta ao falar da saúde.“Vai indo”, diz a idosa ao perguntada se está tudo bem.

Confira o entrevista que o OCP fez com a Dona Álida no dia do seu aniversário de 112 anos: