Por: João Marcos | 6 anos atrás

A Secretaria da Saúde de Jaraguá do Sul confirma que até segunda-feira, cinco pacientes tiveram seus exames confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) como portadores do vírus H1N1. Dos cinco pacientes, quatro já receberam alta do hospital e uma continua internada, uma gestante. Dos sete pacientes internados com suspeita de Gripe H1N1, um já descartou a suspeita e os outros seis aguardam o laudo do Lacen, que demora de sete a dez dias para ser emitido. Todos os casos suspeitos recebem o tratamento adequado imediatamente, independente do laudo do Lacen.

No Brasil, 51 pessoas já morreram em decorrência da Gripe H1N1, sendo 38 de Santa Catarina, ou 74,5% do total. O diretor de Vigilância em Saúde de Jaraguá do Sul, Walter Clavera, ressalta que a Vigilância Epidemiológica está monitorando todos os casos e que não há motivo para alarme da população. “É, sim, necessária a atenção de todos, para evitar o contágio e a proliferação do vírus. Lavar as mãos com frequência e manter os ambientes bem ventilados está entre os principais cuidados”, alerta Clavera. O diretor também enfatiza a importância de se estar atento aos sintomas da Gripe H1N1, como febre alta, dores nas articulações e dificuldade para respirar. “Ao surgir sintomas como esses, o médico deve ser consultado o mais breve possível, pois a doença em estágio inicial é muito mais fácil de ser controlada”, explica.