Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás

07MAI14-03-©-Wander-Roberto-VIPCOMM-1024x682

Jaraguá do Sul vai colar os olhos na televisão no fim da manhã desta quarta-feira (7). A partir das 11h30, em um megaevento no Rio de Janeiro (RJ), o técnico Luís Felipe Scolari irá anunciar os nomes dos 23 jogadores eleitos para defender a Seleção Brasileira na Copa. E um ilustre filho da terra pode ser um desses convocados.

O lateral esquerdo Filipe Luís Kasmirski era presença quase certa na lista de Dunga para a Copa do Mundo de 2010. Porém, uma grave lesão na partida contra o Atlético de Bilbao, pelo Campeonato Espanhol, adiou em quatro anos o seu sonho de repetir o feito do também jaraguaense Eduardo Roberto Stinghen, o Ado, que defendeu a meta do Brasil na Copa de 70.

Depois de quase perder a perna, pela gravidade da lesão sofrida, o defensor deu a volta por cima. Trocou o La Coruña pelo Atlético de Madri e conquistou um lugar no grupo que disputou a última Copa das Confederações pelo Brasil. Foi campeão, mas desde então perdeu espaço na equipe para Maxwell, do francês Paris Saint-Germain.

“Qualquer jogador brasileiro tem chance de ser convocado. Inclusive quem não foi ainda”, desconversou Felipão, em recente entrevista. É praxe os técnicos afirmarem que futebol é momento para justificarem suas escolhas. E é inegável que o momento do jaraguaense dentro de campo é muito superior.

“Ele nunca deixou de fora um jogador que está bem. No meu caso, eu nunca me vou sentir injustiçado, porque eu estou bem, mas tem o Marcelo e o Maxwell que são dois grandes laterais, estão jogando bem, e quem tiver melhor ele vai levar”, minimizou Filipe Luís, que ao invés de falar sobre suas reais chances, prefere enaltecer seus concorrentes por uma vaga na Copa. “O Marcelo, para mim, é o melhor lateral do Mundo, e só de vê-lo treinar, aprendi muito. O Maxwell foi campeão de tudo também. Daria para enumerar uns cinco nomes e não posso me colocar na frente de ninguém”, completou.

Se depender dos ‘cabos eleitorais’, o jaraguaense está bem representado. “O Filipe Luís é o melhor lateral esquerdo brasileiro no momento. Aliás, está merecendo outra chance na Seleção”, afirmou o ex-jogador Luis Pereira, ídolo do Atlético de Madri. Outro defensor do brasileiro, mesmo que veladamente, é o seu técnico, Diego Simeone.

Com proposta de R$ 62,25 milhões do Chelsea, clube que já negou em outra ocasião, Filipe Luís entrou em campo apenas quatro vezes com a camisa da Seleção Brasileira.

A matéria é d’O Correio do Povo. Acesse aqui!