Por: Gabrielle Figueiredo | 3 anos atrás

A partir de agora Jaraguá do Sul conta com uma seccional da Academia de Letras do Brasil. Diferente da Academia Brasileira de Letras, a instituição foi criada com o intuito de democratizar a literatura, fazendo com que ela chegue até a população por meio de projetos e ações.

Em Jaraguá, a presidência fica por conta da escritora e jornalista Sônia Pillon, que foi empossada no último sábado, dia 4. Na ocasião também aconteceu a posse da presidência de Massaranduba, outra cidade da região a contar com a Academia.

Academia de letras de jgua

Foto: Felipe Pillon

Como presidente, Sônia escolheu os futuros 20 acadêmicos que farão parte de um grupo eclético que vai ajudar a levar, por meio de ações e projetos, a literatura e a cultura até a população. Dentre os escolhidos, estão escritores, professores de Língua Portuguesa, educadores e pessoas ligadas à cultura e artes. A posse dos membros está prevista para acontecer em setembro, na Câmara de Vereadores.

A presidente explica que está trabalhando por etapas para consolidar a instituição no município. “A academia precisa do apoio de entidades e do poder público”, afirma.

Porém, alguns projetos já estão sendo estruturados, como uma campanha de arrecadação de livros de literatura. As obras deverão ser doadas para o Ceja (Centro de Educação de Jovens e Adultos), de Jaraguá do Sul, que possui um pólo de ensino da língua portuguesa para os haitianos no município; e também para o CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados), na Vila Lenzi. “Também estamos tentando trazer uma oficina de literatura para a cidade”, complementa Sônia.

academia de letras

Sônia e a presidente regional Apolônia Gastaldi. Foto: Felipe Pillon

Apesar de Sônia ter sido pega de surpresa, – a indicação para o cargo ocorreu por unanimidade durante a realização da Ciranda Literária, em maio – ela afirma estar muito honrada com o desafio. “É uma responsabilidade de querer fazer algo pela cidade”, conta.

Como o grupo não tem uma sede, as reuniões da Academia de Letras de Jaraguá do Sul estão acontecendo em locais públicos. A próxima reunião acontece no sábado, dia 11, na Fundação Cultural, e fornecerá para os acadêmicos selecionados detalhes sobre os objetivos da instituição e sobre a solenidade de consagralção, além de propiciar a socialização.

Confira os nomes dos acadêmicos: Ana Janete Pedri, Aristeu Lenzi, Augustinho Buss, Bel Bandeira, Charles Zimmermann, Cristina Pretti, Daniel Behnke, Fred Paiva, Giuliano Berti, José Augusto Caglioni, José Torizani, Johnathan Bertsch, Luís Fernando Almeida, Mariane Eggert de Figueiredo, Mário Karing, Raphael Rocha Lopes, Roberto Lanznaster, Romeu Viana, Sandra Baron e Sidnei Lopes.