Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

E a culpa é do tempo: ligações, tubulação e hidrômetros antigos jogam fora 40 litros de cada 100 de água tratada distribuídos. Loucura.

Particularmente não morro de amores pela cena abaixo, mas agora é pra pensar duas vezes…

Ademir Izidoro,  presidente do Samae, deu entrevista no OCP semana passada falando das obras na cidade, declarando que a queda já caiu para 37% com os esforços feitos até então. Se olhar para outros municípios só piora, o desperdício passa de 50% – mas há cidades como Limeira, em São Paulo, cuja cota é de 20%.


Outros dados interessantes divulgados:
–  O índice de tratamento de esgoto atualmente é de 52%, a média em SC é de apenas 12%. A meta é chegar a 80% até dezembro de 2014.
– Atualmente o Samae processa 570 litros de água tratada por segundo. Com a construção de uma nova estação orçada em R$30 milhões (já pré-aprovada pelo PAC) o município passará a produzir 1.170 litros por segundo.

Para quem quiser saber mais segue abaixo o Plano de Metas apresentado, cliquem para ampliar.