Por: Tita Pretti | 4 anos atrás

Em um ano e meio, a comunidade jaraguaense já poderá contar com o atendimento de uma Unidade de Pronto Atendimento 24 horas. Foi isso que o prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen, acompanhado do vice, Jaime Negherbon, do secretário da Saúde, Ademar Possamai, do secretário do Urbanismo, Ronis Bosse, anunciou hoje (11/11) em uma entrevista coletiva à imprensa realizada no próprio terreno da UPA, às margens da BR-280, no bairro Água Verde.

O prefeito disse que esse é um marco para a cidade, visto que o terreno já está escriturado em nome da prefeitura e que o edital para a escolha da empresa que construirá o equipamento será lançado nos próximos dias. São 3.402 m² de área, sendo que a UPA ocupará 1.729 m², com atendimento de urgência e emergência, com clínico geral e pediatra 24 horas, aos finais de semana, Natal, Ano Novo, sem parar.

O investimento na compra do terreno foi de R$ 1,3 milhão e a previsão de investimento na construção da UPA, que será do tipo Porte 1, é de R$ 4,2 milhões. Falta conhecer a construtora vencedora da licitação e assinar a ordem de serviço. O secretário da Saúde, Ademar Possamai, acredita que a obra começará no início de 2015.

A UPA 24 horas contará com médico clínico geral e pediatra (ambos 24 horas), além de equipe de odontologia para emergências (não 24 horas). Também oferecerá serviço de tala e gesso para traumas em ortopedia, Raio-X, laboratório de análise clínica, sala de observação e auditório para ações de prevenção em saúde. Os cerca de 70 profissionais que trabalharão no local terão o horário de trabalho dividido em três turnos. O número máximo de atendimentos previstos na UPA é de 300 por dia. O secretário da Saúde estima um gasto médio mensal de R$ 400 mil para manter a unidade. Os R$ 2,2 milhões assegurados pelo Ministério da Saúde ao município de Jaraguá do Sul auxiliarão somente na construção da unidade. A manutenção é por conta do município. A unidade também deve servir para o programa de residência médica.

Saiba como funciona uma UPA

Unidades de Pronto Atendimento (UPA) funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana e podem resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. Com isso ajudam a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais. A UPA inova ao oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Nas localidades que contam com UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o paciente chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.