Por: Ariston Sal Junior | 4 anos atrás

jaragua_do_sul

No próximo dia 10, membros da Secretaria Municipal da Defesa Civil da Prefeitura de Jaraguá do Sul (Sedef) deverão ser convidados a participar em São Paulo do 1º Encontro Nacional de Campanha para Cidades Resilientes. O termo “cidade resiliente” refere-se àquela localidade com capacidade de voltar ao estado de normalidade rapidamente após um desastre, seja ele de causas naturais ou tecnológicas.

Mais do que participar deste evento, Jaraguá do Sul pode se tornar uma das únicas cidades brasileiras a contar com o certificado “Cidade do Mês” e “Cidade Modelo”, conferida ṕelo escritório do Centro de Excelência para Redução do Risco de Desastres das Organizações das Nações Unidas (ONU) através seu representante, David Stevens.

Segundo o diretor da Sedef, Maicon Leandro da Costa, foi reativado recentemente um cadastro que a cidade tinha desde 2011 com esta entidade. “Ali estamos cadastrando as diversas ações de resiliências desenvolvidas como os projetos de contenção de encostas, programa nudecs, o teatro de conscientização, instalação de pluviômetros, palestras, melhorias em nosso sistema de monitoramento e do Serviço 199, vistorias, visitas técnicas e intercâmbio com unidades de Defesa Civil de outras cidades, entre outras”, elencou o diretor.

Visitas e sugestões – A ideia de que Jaraguá do Sul pode ser inserida como uma das cidades resilientes reconhecidas pela ONU surgiu durante a participação dos técnicos da Sedef, Perivaldo Souza e Kristian Robson Iachinski, num Curso sobre Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudec), ocorrido no Rio de Janeiro de 19 a 23 de maio, na escola de Defesa Civil do Rio de Janeiro. “Na ocasião encontramos o senhor Stevens que nos colocou a par desta certificação e sugeriu retomarmos o processo de cadastro de ações para buscarmos este reconhecimento”, descreveu Iachisnki.

Sugestão que foi reforçada pelo coordenador de Defesa Civil de Campinas (SP), Sidney Furtado Fernandes durante recente visita da delegação jaraguaense àquele município. “Hoje, Campinas possui o título de cidade modelo reconhecido internacionalmente. Fernandes, o coordenador deste trabalho da ONU no Brasil e coordenador da Defesa Civil daquela cidade nos orientou quanto aos procedimentos necessários” completou Kristia

Outro passo para o reconhecimento jaraguaense foi a contratação da geóloga Fernanda Marques Ramos. Formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). A profissional viajou para a cidade Santos onde conheceu as políticas e a ações de prevenção a desastres naturais adotadas na cidade do litoral paulista também considerada referência nesta área. “Geologicamente, Santos é muita parecida com Jaraguá do Sul por ser cercada por morros e por isso, suscetível a escorregamento de encostas”, descreveu

O secretário da Defesa Civil da PMJS, Marcelo Heinz Prochnow, por sua vez demonstrou confiança em mais esta conquista para Jaraguá do Sul. “Se confirmada, esta certificação coroará um trabalho que já é considerado referência no Estado e no Brasil devido a ações contínuas de prevenção desenvolvidas pelo município nos últimos anos” exaltou.