Por: João Marcos | 02/08/2013

Se a moda dos filmes 3D tem um culpado, ele é Avatar. A tecnologia já existia, mas foi a forma como James Cameron a utilizou que mostrou pra Hollywood a máquina de dinheiro que a 3ª dimensão poderia ser. Nos primeiros 5 minutos de filme, por exemplo, lembro que as pessoas no cinema ficaram tão impressionadas que era possível ouvir aquele “ÓHHH!” vindo de todos os lados. A febre dos aliens azuis que fazem sexo usando o cabelo foi tão forte que muita gente não conseguiu nem ver o filme na telona por causa das sessões sempre lotadas.

Mas se você deixar o 3D de Avatar de lado e pensar apenas na história, ele se torna esquecível. Se você conferiu o filme em casa, na TV, as chances de não tê-lo achado nada demais são altas. É apenas um Pocahontas espacial. Então será que hoje, quando a tecnologia não é mais novidade — diabos, até documentário sobre orangotangos vai sair em IMAX 3D —, as sequências têm fôlego pra repetir o sucesso do original? Bem, o Cameron tem tanta certeza que anunciou o 4º filme da saga e ainda avisou que Avatar 2, 3 e 4 serão gravados ao mesmo tempo!

As duas sequências já eram esperadas — tanto que há poucos dias Josh Friedman (Guerra dos Mundos e O Exterminador do Futuro: Crônicas de Sarah Connor) foi contratado pra ajudar o diretor com os roteiros de Avatar 2 e 3 —, mas o anúncio da 4ª produção pegou todo mundo de surpresa. Além de Friedman, a Fox chamou Shane Salerno (Selvagens), Amanda Silver e Rick Jaffa (ambos de Planeta dos Macacos: A Origem) para reforçar o time de roteiristas dos novos filmes, que estrearão anualmente a partir de 2016 — sempre em dezembro.

Pode dar certo? É claro. Bem ou mal, o diretor tem um mundo inteiro nas mãos para explorar. Só vimos uma parte de Pandora no primeiro Avatar. O segundo, por exemplo, será focado nos mares do planeta. Agora, dessa vez as sequências terão que ter uma história de verdade, não dá mais pra se esconder atrás do 3D. Você já tá se pintando de azul ou prefere ficar pela Terra mesmo?

Via Judão