Por: Deivis Chiodini | 29/01/2014

Conversamos hoje com Ivan “Batman” Jorge, carioca radicado em Floripa (sim, ele não mora em Gotham City) e que treina com Thiago Tavares. Ex campeão do Jungle Fight na categoria dos leves, Ivan estreou entre os meio médios e agora volta a sua categoria de origem em Jaraguá. Muito bem humorado, Ivan falou sobre a expectativa pra luta e seus planos. 1378219380441 PA:Como foi estrear no UFC em uma categoria de peso acima da sua, pegando uma luta em cima da hora? Sentiu o peso da estréia?
IB: Foi tudo muito em cima da hora. Eu estava me preparando pra lutar entre os leves, no Jungle Fight, quando meu empresário Wallid Ismail me ligou falando do convite eu tive que aceitar, pois é uma oportunidade única. Mas a ficha só caiu quando eu já estava dentro do octagon, e eu só consegui me soltar a partir do 2° round. Felizmente sai vitorioso, o que era mais importante.

PA:Rodrigo Damn, seu adversário em Jaraguá, também é um lutador oriundo do jiu jitsu, apesar de ter um estilo mais parado que o seu, que valoriza mais os giros, buscando a finalização. O que espera dessa luta? Uma batalha no chão ou acha que ela pode se desenrolar em pé?
IB: To pronto pra tudo, seja em pé ou no chão. Sou um cara que vem do jiu jitsu e da luta livre, mas to dando muita enfase na parte de pé, no boxe e no muay thai. Onde a luta se desenrolar eu to pronto.

PA:Como tem sido seu camp? Tem feito aonde e com quem?
IB: Eu sou um cara meio old school quanto a isso. Gosto de treinar na academia que sempre treino. To treinando aqui na Team Tavares com o Thiago (Tavares, lutador do UFC), o Maldonado veio pra dar uma força na parte de boxe (Fábio Maldonado, também lutador do UFC) e com Ricardo Tirloni (lutador do Bellator). É um camp de muita qualidade e em casa, o que é melhor.

PA: Tem alguém que você mira na categoria? Alguém que após essa luta gostaria de enfrentar?
IB: Não tem alguém que eu mire, mas uma coisa que eu quero muito é lutar fora do Brasil. Enfrentar um gringo na casa dele, sentir qual é a sensação. Eu adoro lutar no meu país, é uma sensação ótima, mas essa é uma experiência que eu quero.

PA: Por que do apelido Batman?
IB: Cara, é aquela coisa, quando você não gosta, o apelido pega (risos). Eu tinha 12 anos, estava na luta livre no RJ e era muito magro…ai me deram esse apelido e eu detestei, mas depois relaxei e ele esta ai até hoje, virou minha marca (risos).

PA: Como é pra você a sensação de lutar no maior evento do mundo em SC, já que você é um carioca radicado aqui?
IB: Melhor possível. Realizando um sonho, lutando no maior evento do mundo, no quintal de casa, com todos meus amigos, com o meu mestre Thiago Tavares no mesmo card. Sensação melhor impossível.

PA: Ivan, aquela mensagem final pra galera de Jaraguá do Sul e região que acompanha o PorAcaso.com
IB: Galera de Jaraguá e região, conto com vocês no dia 15, vamos fazer um grande show em Jaraguá do Sul. Esperem o melhor do Ivan Batman lá!