Por: Sistema Por Acaso | 28/07/2014

A Apple está negociando com algumas operadoras brasileiras para tentar baratear o custo de seus aparelhos no país. E um dos fatores que tornam possível a compra de iPhones por um preço mais acessível são os acordos que a empresa firma com operadoras locais. De acordo com a MacMagazine, o Brasil está prestes a receber esse privilégio também.

O site afirma ter ouvido certas fontes, que garantem: Conversas estão em curso para tentar deixar o preço do iPhone brasileiro mais eixo. “Pelo que soubemos, a companhia está conversando com pelo menos duas operadoras brasileiras a respeito de um novo modelo de subsídio, bem parecido com o que temos em outros países como os EUA, por exemplo”, afirma a MM.

No entanto, para o Brasil precisaria ser elaborada uma estratégia diferente, já que a legislação do país verde e amarelo não permite a criação de longos contratos de fidelidade, como acontece nos Estados Unidos. Uma alternativa seria estabelecer planos mínimos, com descontos válidos a partir de contratos firmados com determinada(s) operadora(s).

“Um exemplo simples: a operadora oferece cinco diferentes planos pós-pago com as seguintes mensalidades: R$50, R$100, R$150, R$200 e R$250. Digamos que ela tenha estabelecido o plano de R$100 como o mínimo para oferecer o subsídio do iPhone. Neste caso, tanto faz o cliente assinar o plano de R$100 ou R$250 mensais; ele terá o mesmíssimo benefício (desconto) ao comprar um iPhone novo.”

O site reforça ainda que tais planos seriam ofertados diretamente na loja da marca, sem que o consumidor precisasse passar por balcão de operadora. A medida afetaria lojas físicas e também a virtual.

via Olhar Digital