Por: João Marcos | 21/01/2015

O Ministério das Relações Exteriores confirmou nesta terça-feira que o pedido de clemência que havia sido feito em nome do brasileiro Rodrigo Gularte foi negado pelo governo da Indonésia. O brasileiro foi detido em 2004 e condenado por tráfico de drogas a pena de morte. No último fim de semana, outro brasileiro, Marco Archer, foi executado pelo mesmo crime.

2004-050098-_20040805

O Itamaraty esclareceu que continuará acompanhando o caso de Gularte até esgotar todas as alternativas para tentar livrar o brasileiro da morte.

A porta-­voz do Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, Ravina Shamdasani, pediu nesta terça­feira a suspensão da aplicação da pena de morte para punir o tráfico de drogas na Indonésia, que executou seis prisioneiros por fuzilamento no último fim de semana ignorando apelos internacionais.

Em comunicado divulgado nesta terça­-feira, o escritório da ONU para Direitos Humanos se diz “preocupado com o uso contínuo da pena de morte para o tráfico de drogas” na Indonésia e em outros países do sudeste asiático, como Vietnã, Malásia e Cingapura.

A jurisprudência internacional para direitos humanos só a prevê para crimes contra a vida. A ONU pede que a Indonésia interrompa as execuções e faça uma revisão de todos os requisitos que possam permitir a conversão das penas.

A ONU se diz preocupada com o respeito aos processos dos outros 60 condenados por tráfico no corredor da morte naquele país, como o brasileiro Rodrigo Gularte. Isso porque o presidente indonésio já adiantou que rejeitará todos os pedidos de clemência.

Essa postura, diz a ONU, viola uma convenção internacional, da qual a Indonésia é signatária, que estabelece o direito de apelação.

Sei o quão se posicionar a respeito disso é “perigoso” nos dias atuais mas, não entendo tamanho furor. Alguém parou para pensar quantas vidas são tiradas diariamente no Brasil por conta do tráfico de drogas? Querendo ou não, o camarada aí e o homem morto no último final de semana sabiam exatamente dos perigos ao se cometer esse tipo de crime no país – sim, para quem ainda não sabe, tráfico de drogas é crime ok? Ah, e mais um dado importante pra quem ainda não sabe, mais de 50% das mortes em nosso país estão diretamente relacionadas a esse crime.

Ok, é papel do governo pedir clemência a vida de um brasileiro mas, é realmente necessário tamanho drama e envolvimento assim? Lembrem-se meus caros, esses caras aí não são heróis e sim, traficantes.

Se você não quer um traficante no quintal da sua casa. Porque você quer mais um no seu país? Aproveito para lançar a questão:

Você é a favor do pedido de clemência ao traficante brasileiro condenado a morte na Indonésia?

[plumba id=218187]