Por: Max Pires | 7 anos atrás

A indicação nº 471/2010, que pede instalação de câmeras de vigilância no bairro Ilha da Figueira, foi tema de discussão na sessão da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul da última quinta-feira (19). A sessão, sem grandes debates ou assuntos polêmicos, foi presidida pelo vice-presidente Lorival Dionísio Demathê (PMDB).

O vereador Francisco Alves (PT), autor do pedido das câmeras, disse que já havia se pronunciado sobre o assunto, mas foi obrigado a levantar novamente a questão. Segundo ele, o bairro é um importante ponto de entrada e saída da cidade. Por isso, deveria ser monitorado com mais cuidado.

O petista ressaltou a importância de uma parceria entre os poderes estadual e municipal para que essa ideia saia da teoria e seja colocada em prática. “Seria importante e prudente por parte do poder público, tanto estadual como municipal, desenvolver uma parceria para dar mais segurança aos munícipes, protegendo o comércio e dando mais segurança à população”, enfatizou Francisco.

O colega de bancada de Francisco, vereador Justino Pereira da Luz (PT), disse que “segurança não tem preço, mas consequência”. Segundo ele, o secretário de Segurança Pública promete muitas melhorias nesse quesito, mas pouca coisa se cumpriu. “Algumas coisas aconteceram, como a construção do muro solicitado junto ao presídio regional. Mas estamos à mercê”, ressaltou Justino, ao explicar que as necessidades dos munícipes têm de ser ouvidas.

O vereador Jaime Negherbon (PMDB) apoiou o pedido do colega, pois recordou que lutou muito para que houvesse monitoramento semelhante na Barra do Rio Cerro, próximo à agência do Banco do Brasil. Porém, Jaime voltou a repetir o que já tinha dito recentemente, reclamando da falta de policiamento nos bairros e destacando a necessidade de mais pessoas para monitorar as câmeras. “As imagens mostram a alta velocidade e outras imprudências, mas falta polícia para aplicar as multas na hora”. Para ele, a presença física da polícia é importante para inibir os crimes e monitorar as imprudências dos motoristas.

O líder de governo, vereador Ademar Possamai (DEM), acredita que em breve o bairro Ilha da Figueira vai receber o sistema de monitoramento eletrônico. Ele lembrou que o fluxo de veículos no bairro vai aumentar após a inauguração da ponte que vai ligar a localidade com a avenida Waldemar Grubba. “O pedido já foi à Polícia Militar pelo Conseg e pela associação de moradores. Agora, está dependendo da vontade e do interesse da PM. A intenção é colocar [as câmeras] em outros bairros periféricos”, frisou.