Por: Sistema Por Acaso | 5 anos atrás

Clinging-to-God-and-Guns

Uma igreja batista da cidade de Troia, em Nova York, sorteou neste domingo entre seus fiéis uma arma, apesar das críticas que tinha recebido desde que a ideia foi anunciada há semanas. O ganhador da rifa, segundo o jornal local Times Union, foi Ron Stafford, um homem de 42 anos que permaneceu no templo durante as três horas em que durou o evento.

Antes, o pastor John Koletas tinha tirado outros três nomes do cesto utilizado para o sorteio, mas todos já tinham ido embora da igreja. “Nunca se pode ir embora da igreja antes do término do evento”, brincou Koletas, segundo o Times Union.

Agora Stafford passará pela verificação de antecedentes pertinente e depois levará para casa um fuzil semiautomático AR-15, que custa entre US$ 700 e 1,2 mil. O arma foi modificada para cumprir com a legislação de Nova York, dado que os AR-15 frequentes são ilegais neste Estado.

Uma arma desse tipo foi utilizada em 2012 no massacre da escola Sandy Hook de Newtown, Connecticut (EUA.), na qual 20 crianças de entre 6 e 7 anos de idade e seis adultos morreram.

No sorteio de hoje participaram cerca de 75 pessoas, das 150 que acompanharam o evento, segundo o jornal local. Koletas, impulsor da iniciativa, defendeu com veemência sua ideia frente às críticas de políticos e outras congregações e deve sortear outro fuzil amanhã.

“O único objetivo é ajudar, dar uma bênção e um apoio a todos os proprietários de armas e caçadores que foram atacados pelos meios de comunicação e políticos socialistas e anticristianos”, indica o pastor em mensagem publicada no site da igreja.

Koletas pede para que os opositores de sua ideia leiam a Bíblia e a história da revolução americana para ver como homens armados foram os que defenderam a liberdade.

Fonte: Terra.