Por: | 8 anos atrás

If I Can Dream

O Rio de Janeiro está no roteiro de cinco jovens selecionados para participar do reality show americano IF I CAN DREAM, que sonham com a fama em Hollywood. Eles estiveram na cidade no dia 3 de fevereiro para uma temporada de dois dias. O programa, que será lançado em 23 de fevereiro, vai acompanhar a trajetória e preparação destes jovens que sonham fazer sucesso em Hollywood com cantores, atores e modelos. Entre eles está a brasileira Gigliane Braga. Goiana, Gigliane mora com a família nos EUA desde os cinco anos, e sonha em tornar-se top model de sucesso, inspirando-se em Gisele Bündchen e Adriana Lima. Além dela, o grupo inclui o aspirante a cantor Justin Gaston e os aspirantes a atores Kara Killmer, Benjamin Elliott e Amanda Phillips.

O IF I CAN DREAM é o primeiro de uma nova geração de entretenimento da era das redes sociais.  Durante o programa, os artistas aspirantes serão treinados pelos melhores profissionais em cada área: música, atuação, aulas de voz, passarela, fotos. Será utilizada uma tecnologia inovadora de câmera e de sensor que permitirá uma audiência global para interagir com os artistas aspirantes por meio de textos, blogs, MySpace, Twitter e Facebook enquanto a ação se desenrola em tempo real – algo nunca tentado em uma escala global.

O IF I CAN DREAM será exibido em múltiplas plataformas onlines como rádio, televisão e telefones celulares e poderá ser visto ao vivo 24h por dia no site http://www.ificandream.com. Um episódio compacto ficará disponível para os telespectadores de todo o mundo no fim de cada semana. O projeto é produzido pela 19 Entertainment, de Simon Füller, mesmo criador de “American Idol” e de “So you Think You Can Dance”. O programa tem o patrocínio da PepsiCo e da Ford Motor Company.

O reality show revelará aos telespectadores o que é necessário para alcançar o sucesso e o reconhecimento em Hollywood em 2010. Todos os seus passos serão transmitidos ao vivo on-line enquanto ensaiam, compõem músicas, socializam-se e fazem planos de carreira.

A dica foi da Sabrina Passos.