Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

darwin

Um estudo feito com base nos dados do site inglês “Darwin Awards“, que faz um ranking de mortes “estúpidas” ao redor do mundo, mostra que quase 90% das vítimas são homens. O quadro serviu de subsídio para o que foi chamado de “teoria da idiotice masculina” (MIT, na sigla em inglês) apresentada por um grupo de pesquisadores num artigo publicado no “British Medical Journal”. A teoria sustenta que, pelos critérios da seleção natural, proposta pelo cientista Charles Darwin no século XIX, os representantes do sexo masculino são mais idiotas que as mulheres.

Os pesquisadores admitiram que o estudo tem limitações porque as mulheres podem ser mais propensas a indicar homens ao site que faz a contabilização dessas mortes ou a diferença entre os sexos pode refletir também diferenças no consumo de álcool entre homens e mulheres, por exemplo. Para Lendrem, dados anedóticos apontam para a hipótese de que o álcool faz os homens se sentirem “à prova de balas” depois de algumas bebidas. Para ele, seria ingênuo descartar isso.

Lendrem ponderou que, apesar das limitações da pesquisa, não há dúvidas de que as vítimas das mortes elencadas pelo site parecem fazer pouca ou nenhuma avaliação real sobre as consequências dos riscos. Eles apenas assumem os riscos de qualquer maneira. Por isso, em alguns casos, a inteligência das vítimas pode ser questionada.

Os pesquisadores, entretanto, reforçaram que a “teoria da idiotice masculina” merece uma investigação mais aprofundada.

Via O Globo.