Por: Ariston Sal Junior | 28/07/2014
Reprodução

Reprodução

No dia 28 de julho é lembrado o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais e que têm como principal forma de transmissão o contato com sangue e as relações sexuais e também alimentos contaminados. Mas, saiba que cuidados rotineiros e simples, são capazes de evitar a contaminação dos tipos mais comuns da doença no Brasil, como as hepatites dos tipos A, B e C.

Cuidados com a higiene pode prevenir a transmissão do tipo A, que ocorre por ingestão de água e alimentos contaminados. Sempre lavar as mãos com sabão depois de ir ao banheiro, ferver a água em locais onde não há água clorada, higienizar os alimentos são algumas dicas evitar esse tipo de hepatite, doença que atinge o fígado.

Os tipos mais virulentos, B e C, são transmitidos mais facilmente pelo contato com sangue contaminado e nas relações sexuais. Usar camisinha e usar equipamentos de corte esterilizados, como alicates de manicure, são maneiras de evitar o contágio.

Escovas de dente, aparelho de barbear, brincos, entre outros acessórios pessoais, não devem ser compartilhados, pois também podem ser transmissores da doença. No Rio de Janeiro, foram registrados 5.261 casos de hepatite B e 6.162 casos de hepatite C. Nas tatuagens também, pois tanto a tinta como a agulha devem ser descartáveis ou esterilizadas para uso de mais de uma pessoa.

Fonte: Agência Brasil