Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás

house_m_d__vector___everybody_lies_by_igorrcarvalho-d50o990

Fiquei pensando aqui… Não havia nem chegado a meia noite do famigerado dia 1º de abril e já tinham começado as brincadeirinhas… “Dia do homem“, “Dia do Político“, as meninas fazendo as piadinhas de “estou grávida” e gente vendo alienígenas na janelinha do banheiro.

Mas pensando um pouquinho melhor… O dia da mentira não deve servir de homenagem apenas para uma classe ou outra… Nem só de homens e nem só de políticos a mentira se sustenta na sociedade. Pois é… Todo mundo mente! As boas e as más línguas também!

Não estou dizendo que todos nós somos más pessoas nem nada, não me entenda mal. Só estou dizendo que sua mãe, seu pai, seu avô, sua sogra, o garçom do seu restaurante favorito, o seu barman de confiança, o seu chefe, a sua empregada, o hippie ali da praça e até mesmo eu e você soltamos umas mentirinhas de vez em quando. Elas podem ser inofensivas ou não… Podem estar relacionadas a um milhão de motivos, mas contamo-as, na maior parte do tempo sem pestanejar.

everybody_lies-700x700Mentimos para “apimentar” um pouco os detalhes da vida sexual, para deixar aquela história do fim de semana mais engraçada, para conquistar a garota da festa e por qualquer outro motivo besta que se apresente. TODO MUNDO MENTE! E quem diz que não mente já começa mentindo. Corram para as colinas!

E também não acredito que iremos parar de mentir. Talvez haja um motivo para termos essa “habilidade” ou talvez seja simplesmente um artifício para que consigamos deixar nossos esqueletos escondidos no armário ou uma “mãozinha” para varrermos a sujeira para debaixo do tapete.

Então, sabendo que a mentira é inevitável (tanto no ato de contar, quanto no ato de ouvir) a grande questão é: qual é a relação que você tem com a mentira? Conta algumas mentiras pequenas na mesa do bar ou não consegue pregar os olhos a noite com as histórias mirabolantes que anda contando por aí? Você talvez conte algumas mentiras, mas transformar a sua vida em uma é uma decisão sua e se você está fazendo isso no momento talvez seja a hora de questionar a sua tomada de decisões.