Por: João Marcos | 6 anos atrás

Registros médicos de Adolf Hitler mostram um lado bem peculiar do homem que liderou o regime nazista na Alemanha e matou cerca de 6 milhões de pessoas em campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Vamos aos detalhes, segundo o “Mirror”:

– Hitler era viciado em cocaína.

– Ele tomava injeções de sêmen de touro para melhorar o seu desempenho sexual com Eva Braun.

– Sofria de flatulência crônica. Ele costumava soltar gases durante refeições com os seus generais no derradeiro bunker e recorria a medicamentos antipum.

– Tomava 28 remédios diariamente nos meses que antecederam a derrocada do regime nazista.

Vindo de um cara como ele, o que mais se pode esperar?

Via O Globo