Por: João Marcos | 6 anos atrás

Uma ideia tão antiga e ao mesmo tempo tão atual, em um ambiente concorrido onde as marcas querem associar cada vez sua imagem com virtudes envolvendo a reciclagem, preservação ambiental, eco-desing, reutilização entre outros. Lá em 1963 o Sr. Alfred Heinken, então presidente da cervejaria que carrega seu sobrenome, pediu ao arquiteto holandês John Habraken apór uma visita ao Caribe, que projetasse um “tijolo que contenha cerveja”, pensando então na reutilização das garrafas de vidro da marca. Logo imagina-se o resultado, o que está faltando para as marcas atuais e até mesmo a Heineken que foi pioneira começarem a fazer isso novamente?