Por: André Marques | 17/10/2014

hatred_capa

 

Hatred é um jogo que vem despertando raiva de muitas pessoas mundo afora e olha que foi lançado há apenas um dia. Basicamente, trata-se de um jogo de ação/tiro para PC onde o objetivo é um e bem simples: destruição. O problema é que essa destruição inclui assassinatos aleatórios e simulações de massacre.

O trailer passa uma imagem um pouco assustadora, mas particularmente, não entendo o motivo de tamanha raiva por parte da população mundial, apesar de ser o primeiro jogo onde o único propósito é matar inocentes, não é o primeiro onde inocentes morrem, então não faz muito sentido, vai entender (lembrando que esta é a minha opinião). Assista o trailer “por sua conta e risco”:

No site da produtora, a Destuctive Creations, podemos encontrar o seguinte aviso: “Não tente fazer isso em casa e não leve isso tão a sério, isso é só um jogo”, como se um simples aviso fosse fazer diferença diante de tal conceito de jogo, mas tudo bem, agora que eu o li, não vou mais sair pela rua pra matar inocentes.

O argumento dos desenvolvedores por traz desse jogo bizarro é o seguinte:

“Atualmente, quando muitos jogos estão rumando o caminho de serem educados, coloridos, politicamente corretos e tentando ser alguma forma de arte superior, em vez de só um entretenimento – nós queríamos criar algo que fosse contra as tendências”.

E ainda ‘melhora’: “Sim, é um jogo sobre matar pessoas e a única razão para que o antagonista esteja fazendo essas coisas doentias é o seu profundo ódio. O jogador deve se questionar o que poderia empurrar um humano a ser um assassino em massa”

Se a Destructive Creations queria atenção, conseguiu bastante em apenas 24 horas depois do anúncio do jogo. Lançamento previso para 2015, apenas para PC.

Hatred_capa_-1024x556

 

via Kotaku