Por: Ricardo Daniel Treis | 3 anos atrás

ungc

O Grupo Malwee acaba de aderir ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) assinando a Carta Compromisso que busca mobilizar a comunidade empresarial rumo ao desenvolvimento sustentável.

Com o pacto, a empresa se compromete a alinhar suas operações e estratégias com os dez princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Para o Grupo Malwee, aderir ao Pacto Global significa participar da maior iniciativa de responsabilidade corporativa voluntária do mundo e nos dá a chance de disseminar práticas que já realizamos ao longo de nossa história”, afirma Taise Beduschi, Gestora de Sustentabilidade do Grupo Malwee.

O Pacto Global se desenvolve por ações orientadas em dez princípios:

Direitos Humanos
1 – Respeitar e proteger os direitos humanos;
2 – Impedir violações de direitos humanos.

Princípios de Direitos do Trabalho
3 – Apoiar a liberdade de associação no trabalho;
4 – Abolir o trabalho forçado;
5 – Abolir o trabalho infantil;
6 – Eliminar a discriminação no ambiente de trabalho.

Princípios de Proteção Ambiental
7 – Apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;
8 – Promover a responsabilidade ambiental;
9 – Encorajar tecnologias que não agridam o meio ambiente.

Princípios contra a Corrupção
10 – Combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

O Grupo já desenvolve projetos com foco em sustentabilidade, presentes em todas as etapas da cadeia de valor, e a participação no Pacto Global só reforça esse caráter socialmente responsável. Todas essas ações estão descritas no Plano de Sustentabilidade 2020, documento que estabelece metas de redução de impactos para os próximos cinco anos.

Atualmente, são reutilizados até 200 milhões de litros de água por ano, graças a modernos sistemas para reaproveitamento e tratamento de efluentes. Além disso, em Santa Catarina, o Grupo Malwee preserva cerca de 5 milhões de metros quadrados de áreas verdes. Somente no Parque Malwee, em Jaraguá do Sul, são 1,5 milhão de metros quadrados, com 16 lagoas, mais de 35 mil árvores plantadas, de espécies nativas e exóticas, além de grande diversidade de pássaros. Outra área preservada é a Reserva de Fontes e Verdes, que tem mais de 1,3 milhão de metros quadrados e abriga 21 nascentes integrantes da microbacia do Rio Jaraguá, assim como espécies da flora e da fauna da Mata Atlântica ameaçadas de extinção. Instituída como RPPNE – Reserva Particular do Patrimônio Natural Estadual desde 2012, a área protege espécies de aves em estado de ameaça de extinção, como o gavião-pombo-grande (Pseudastur polionotus), o macuquinho (Eleoscytalopus indigoticus) e a araponga (Procnias nudicollis).

Marcas que integram o Grupo Malwee:
grupomalwee