Por: Sistema Por Acaso | 18/02/2015

Torcedores do Chelsea protagonizaram um episódio racista após empate em 1 a 1 entre o clube inglês e o Paris Saint-Germain, válido pela partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, 17 de fevereiro.

Num vídeo que circula na internet, um grupo de britânicos impede a entrada de um homem negro em um dos vagões do metrô de Paris, dando-lhe empurrões.

É possível escutar gritos de “Chelsea! Chelsea!” e posteriormente um coro em que os torcedores gritam “Somos racistas, somos racistas! Esse é o jeito que nós gostamos”.

ChelseaRace4

De acordo com o jornal inglês “The Guardian”, o Chelsea já se pronunciou sobre o incidente, condenando a ação de seus torcedores e prometendo agir contra os envolvidos.

“Tal comportamento é abominável e não tem lugar no futebol ou na sociedade. Vamos apoiar qualquer ação criminal contra os envolvidos, e em caso de provas que apontem para o envolvimento de detentores de carnês para a temporada ou sócios, o clube irá tomar a ação mais forte possível contra eles, incluindo ordens de proibição.”

A Uefa também recriminou a atitude dos torcedores. Porém, como o ato discriminativo aconteceu fora do estádio, a entidade europeia disse que “é um problema a ser gerido pelas autoridades locais, e a Uefa vai apoiar todas as medidas que serão tomadas”.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi claro: “Não há lugar para o racismo no futebol!” A polícia britânica ofereceu ajuda às autoridades francesas e tentará identificar os autores do gesto racista a fim de puni-los.

Confira o vídeo abaixo: