Por: Gabrielle Figueiredo | 2 anos atrás

Não há quem passe pela Scar e não se surpreenda em como as paredes do Centro Cultural estão ficando! As cores e os traços do grafite invadiram o Centro Cultural e agora tornam-se atração turística à parte na cidade.

A entrega deste trabalho acontece nesta sexta-feira, dia 8, às 18 horas, com a realização de um coquetel que oficializará a a intervenção feita pelos cinco artistas convidados. O evento faz parte da programação que comemora os 60 anos de fundação da entidade.

Curioso com os resultados? A gente deu uma passada lá! 🙂

Como parte da atividade, várias atrações estão previstas, além da apresentação de um vídeo mostrando o trabalho dos artistas Rafael Sliks, Ricardo AKN, Mateus Bailon, Enivo e Mauro Neri, a participação de professoras de acrobacia e seus alunos com intervenções, e uma performance do Grupo Maniacs Crew, coordenado pelo professor da Escola de Dança da SCAR Kako Zapelini.

grafite_scar_piano

A presença da área de danças urbanas está associada à proposta do projeto realizado desde o dia 28 de março, que incluiu além do grafite no prédio do Centro Cultural a realização de um workshop sobre o tema e o convite a alunos de escolas da região para conhecer a técnica.

Abaixo, como ficaram os muros da Scar, que depois do workshop viraram as telas dos alunos:

muros_scar_grafite

Neste contexto, também se insere o trabalho do Maniacs Crew, fundado em 2008, e desde então se destacando na cena da dança pelo País. Com várias atuações, o grupo coleciona títulos como o tricampeonato no Festival de Dança de Joinville, onde também se destacou com o título de melhor bailarino, bailarino revelação e como convidado especial do maior evento nacional de dança.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Também se sagrou campeão em diversos festivais e campeonatos e como participante em festivais e eventos no Brasil e exterior, em programas de TV como “Se ela dança eu danço” do SBT, onde se classificou entre os 11 melhores de 15 mil inscritos.

A mais recente conquista do grupo foi o título de campeão e como destaque no Festival Abydos de Dança, e também sendo um dos selecionados a representar o Brasil, no Aliance Dance, em Los Angeles (EUA) em agosto de 2017.

Fotos: Ricardo Treis