Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

Não é todo barulhinho bom que serve pra acompanhar determinadas tarefas… Quando tiro pra desenhar ou escrever, o que nunca deixou de cair bem foi som instrumental com passada entre o lúdico e o melancólico – território onde Mark Mothersbaugh é imperador.

Curtindo novamente a trip que o video Words proporciona, encontrei um nome nos créditos que levou a um link de ouro. Desde então, me afundei no trabalho de Keith Kennif, que compõe para comerciais de TV e aleatoriamente para algumas bandas anônimas. Tá com os fones de ouvido ai? Prepara o volume e deixa rolar, garanto que é boa audição:

Não sei se o player vai se comportar direito, então caso não role o playlist completo clique aqui para acessar o site do cara, que lá tem mais de 40 faixas pra curtir.