Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

A Prefeitura de Jaraguá do Sul assinará nesta quinta-feira a ordem de serviço e o contrato para elaboração do Plano Municipal de Transporte Coletivo e do Plano de Mobilidade Urbana.

A empresa Urbtec, de Curitiba, será a responsável pela execução do planejamento. O valor pago será de R$ 398,75 mil, abaixo dos R$ 550 mil previstos no edital elaborado em agosto pelo governo municipal. A empresa terá oito meses para concluir os dois planos. O Conselho Municipal da Cidade, um grupo gestor formado por técnicos da Prefeitura e outro por integrantes de empresas e da imprensa irão acompanhar a elaboração.

Os projetos cumprem determinações da Política Nacional de Mobilidade Urbana e da iniciativa estratégica Jaraguá Móvel, da administração de Dieter Janssen. O principal desafio da empresa será traçar estratégias para aumentar o uso do transporte coletivo na cidade.

Conforme relatório elaborado pela Viação Canarinho, o sistema conduz 25.333 passageiros por dia num percurso de 929 quilômetros. O índice é de 1,653 passageiros por quilômetro, quando o recomendado por especialistas é superior a 2,5.

A primeira etapa será o Plano do Transporte Coletivo. Em agosto de 2016 termina o contrato com a Viação Canarinho, o que exigirá um novo edital de seleção. A empresa deverá fazer um diagnóstico do sistema atual e propor uma reformulação da rede na cidade. A consultoria também deverá apresentar um manual de cálculo tarifário. Todas as análises serão discutidas em audiências públicas e resultarão em um projeto de lei do plano municipal.

No Plano de Mobilidade Urbana, a vencedora da licitação deverá levantar e sistematizar informações sobre o tráfego de veículos e propor novas rotas, pontes, viadutos e outras intervenções. A Urbtec também terá que analisar o modelo de estacionamento rotativo atual e propor um sistema de acompanhamento dos acidentes de trânsito. Propostas para o pedestre, ciclista, usuário de táxi e transporte de cargas também estão inclusas no serviço.

“O plano deverá atender a expectativa do transporte coletivo, no qual temos maior urgência, e apresentar as soluções de deslocamento. A empresa cumpre os requisitos do edital e temos nosso acompanhamento programado”, destaca o presidente do Instituto Jourdan, Benyamin Fard. A assinatura será feita hoje, às 14h, na sala de reuniões da Prefeitura.

Cronograma do Plano do Transporte Coletivo – 2014/2015

Até fim de dezembro: Proposta metodológica

Até fim de dezembro: Pesquisas e levantamentos

Até fim de fevereiro: Diagnóstico

Até fim de março: Proposições, proposta de implantação, gestão, fiscalização e monitoramento do sistema

Até de abril: Formulação do projeto de lei

Cronograma do Plano de Mobilidade Urbana – 2014/2015

Até fim de janeiro: Circulação viária e estacionamento

Até fim de fevereiro: Circulação de pedestres e acessibilidade

Até fim de março: Sistema cicloviário

Até fim de abril: Transporte público individual – táxis e especial

Até fim de junho: Transporte de cargas e mercadorias

Até fim de julho: Formulação do projeto de lei

Via OCP Online.