Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás
© Iriane Porto (Agência Avante!)

© Iriane Porto (Agência Avante!)

O jogo contra a Chapecoense, neste sábado (5), é decisivo para as pretensões do Juventus no Campeonato Catarinense da Série A. A equipe joga em casa e depende apenas de suas forças para permanecer na elite do futebol estadual.

Uma pena que o fato de jogar em casa não esteja significando jogar diante do torcedor. Até aqui, o Moleque Travesso disputou oito jogos no Estádio João Marcatto, acompanhado por um público total – segundo os borderôs publicados no site da Federação Catarinense de Futebol – de 4.904 torcedores pagantes (média de 613 por jogo).

Se levarmos em consideração que a lotação do Estádio João Marcatto é de 8 mil lugares, juntando-se os torcedores que compareceram em todos os jogos, não teríamos gente suficiente para encher as arquibancadas por completo.

A partida que atraiu a maior atenção do público foi o clássico contra o Joinville, que levou 1.617 pessoas à casa juventina. A título de comparação, nos quatro jogos realizados pelo hexagonal (Brusque, Atlético-IB, Marcílio Dias e Avaí) o tricolor levou um público total de 1.534 pessoas ao João Marcatto – uma média baixa, de 384 pagantes por jogo.

Apesar da baixa presença de público, os atletas pedem um voto de confiança ao torcedor no próximo jogo – o último em casa neste primeiro semestre –, solicitando a sua presença nas arquibancadas, para atuar como um décimo segundo jogador da equipe.

“O apoio e a torcida de todos será importante. Estamos aqui representando Jaraguá do Sul e nós, profissionais, precisamos deste apoio. Aqui, além de atletas, existem seres humanos, pais de família. Penso que tem que ser considerado este lado. Nós vamos acreditar até o final e, degrau por degrau, temos tudo para conseguir o nosso objetivo”, ponderou o lateral Crasso.

“Conseguimos uma vitória contra eles fora e outra em casa. Sabemos que tem condições de vencer novamente”, relembrou o zagueiro Sandro Muller, buscando motivar o torcedor a também fazer o seu papel em prol do clube, nesta penúltima cartada na competição.

Fonte: Avante Esportes.