Por: Sistema Por Acaso | 3 anos atrás
foto-site-1024x680
Após quase um mês de investigações, mulher suspeita de mandar assassinar o patrão está presa temporariamente no presídio de Jaraguá do Sul

O crime ocorreu no dia 28 de janeiro, quando o dono de uma empresa situada em Jaraguá do Sul, no Rio Molha, foi surpreendido em seu escritório por um homem, que, sem dizer nada, sacou um revólver e desferiu quatro tiros a queima roupa.

O empresário foi socorrido e levado ao Hospital São José, onde ficou uma semana internado e acabou se recuperando. Ainda no mesmo dia, os executores do crime foram presos em flagrante, tendo eles confessado e afirmado que o crime teria sido encomendado por outra pessoa, a qual eles se recusaram a identificar.

Após quase um mês de investigações, foram colhidos elementos que trazem fortes indícios de que a mandante do crime era uma funcionária da empresa, que teve como motivo o fato da vítima ter descoberto que ela vinha praticando diversas fraudes contra clientes.

Foi então representado pela prisão temporária da suspeita, o que foi imediatamente deferido pelo Poder Judiciário. Após o interrogatório e comunicações de praxe, a presa foi encaminhada ao Presídio Regional de Jaraguá do Sul. Ela ficará detida por cinco dias.

Via OCP Online