Por: Ricardo Daniel Treis | 21/01/2014

onibus_fogo

Dois adolescentes de 17 anos foram detidos na tarde desta segunda-feira, em uma operação conjunta das polícias civil e militar, acusados de envolvimento no incêndio criminoso de dois microônibus da Secretaria de Educação de Guaramirim, na madrugada de domingo. O incêndio foi originado por um “coquetel molotov”, jogada em um dos coletivos, e que se espalhou para o outro veículo. A dupla foi levada para a Delegacia de Polícia de Guaramirim.

Os adolescentes foram identificados através das câmeras de monitoramento instaladas próximas ao pátio da Prefeitura. “Demos prioridade a esta ocorrência e conseguimos trazer uma rápida resposta à sociedade sobre um ato de vandalismo como esse”, destacou o comandante da PM em Guaramirim, capitão Ricardo Ribeiro.

Via OCP Online


Segundo o delegado Daniel Dias, os dois autores contaram que não usaram nenhum material inflamável, apenas conseguiram abrir a porta e acenderam um isqueiro no banco do motorista até o fogo iniciar. Os dois adolescentes foram liberados e aguardam o juiz decidir se serão internados ou prestarão serviços comunitários.

Pergunto: quanto serviço comunitário será suficiente para compensar a perda de todas as demais pessoas que dependiam desses ônibus para tocarem suas rotinas? Esses bos**s não fazem ideia do dano colateral que causaram.

O Plantão Policial teve acesso e compartilhou as fotos dos responsáveis:
menores