Por: Ricardo Daniel Treis | 8 anos atrás

Mas a presença fica imortalizada na memória.

Marcos Bananeira Klein

“Eu gosto de fechar os olhos e sentir a música”

Vítima de um ataque cardíaco, faleceu esta noite em sua casa o inigualável Marcos Klein, também conhecido em todo meio alternativo como Bananeira.

Com a presença no palco, o cara era a assinatura dos eventos underground da região. Simpatia ímpar, levava a galera aos urros quando subia espontaneamente para a tradicional performance de plantar bananeira no pico dos shows.

O corpo está sendo velado na Capela Mortuária Bom Jesus, anexa à Igreja Matriz de Guaramirim. O enterro será ainda esta tarde.


“No meu tempo tinha um cara que azucrinava… Tinha família e tudo, não queria nem saber. Subia no palco dos shows, plantava bananeira e deixava a moçada de cara.”

Do Curupira à Scar, sendo evento bom, Bananeira não poupava. Última performance dele que presenciei live foi no London Pub, no show da banda The Beetles.

Foto de diegocwb