Por: Gabriela Bubniak | 2 anos atrás

Já tá sabendo? É hoje que começa a campanha de vacinação contra a gripe H1N1 em toda Santa Catarina. Em Jaraguá do Sul, 21 unidades de saúde com sala de vacinação e o Pronto Atendimento Médico Ambulatorial (Pama) 2, na Barra do Rio Cerro, vão aplicar as doses.

No sábado, dia 30 de abril, vai ser o Dia D, quando os postos vão abrir especialmente para a vacinação. Até o dia 20 de maio, quando a campanha termina, Jaraguá, Guaramirim, Schroeder, Massaranduba e Corupá devem receber, juntas, 56,2 mil doses.

O Estado já registrou 111 casos de síndrome respiratória pelo vírus e, 19 pessoas já morreram devido à Influenza no Estado, sendo 18 por gripe A e uma por gripe B (esta em Jaraguá do Sul). O número já se aproxima ao registrado durante todo o ano de 2015, quando morreram 20 pessoas. Na região, três mortes foram confirmadas, a por gripe B e outras duas por gripe A, em Guaramirim.

Você faz parte dos grupos de risco?

A campanha contra a Influenza, oferece vacinação gratuita apenas aos grupos prioritários:

– Crianças menores de 5 anos;
– Gestantes;
– Mães até 40 dias após o parto;
– Idosos;
– Profissionais de saúde;
– Indígenas;
– Detentos;
– Portadores de doenças crônicas.

Duas vacinas estão disponíveis para auxiliar no combate aos vírus: a trivalente, que contém os vírus A (H1N1), A (H3N2) e influenza B do subtipo Brisbane; e a tetravalente (ou quadrivalente), que contém os vírus A (H1N1), A (H3N2) e dois vírus da Influenza B, que são os subtipos Brisbane e Phuket. A vacina oferecida pelo SUS é a trivalente e é indicada para todas as pessoas, exceto para bebês com menos de seis meses de idade.

A vacina leva em média duas a três semanas para fazer efeito no organismo.

Saiba como se prevenir

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir e espirrar
  • Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço descartável
  • Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal
  • Pessoas com qualquer gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas
  • Não usar medicamentos sem orientação médica. A automedicação pode ser prejudicial à saúde
  • Procure seu médico ou a unidade de saúde mais próxima para diagnóstico e tratamentos adequados

Conheça os sintomas

– Febre com início súbito acima de 39º
– Dor de cabeça intensa
– Calafrios frequentes
– Cansaço extremo
– Dor de garganta leve
– Tosse seca e contínua
– Muco pouco comum
– Dores musculares intensas
– Ardor nos olhos intenso

Se você não faz parte de nenhum desses grupos de risco, pode procurar espaços credenciados na cidade para comprar a vacina. Um deles é a unidade do Sesi (Serviço Nacional da Indústria), que fica na Rua Walter Marquartdt, 835, Barra do Rio Molha. Mais informações no telefone: (47) 3372-9430.

Fontes: G1 e OCP Online
Foto: Osnei Restio/Prefeitura de Nova Odessa