Por: Gabrielle Figueiredo | 3 anos atrás

Circulam via WhatsApp informações que as “comportas de Corupá” teriam sido abertas e toda a água da região estaria descendo para Jaraguá e Guaramirim. Acontece que a informação é apenas um boato. O que existe atualmente em operação pela Celesc é a Usina do Bracinho, em Schroeder.

Conforme a diretora de Proteção e Defesa Civil de Schroeder, Tania Dantas, a Usina do Bracinho está operando normalmente, sem estado de perigo. “O único estado que estamos atentos é para enxurradas”, afirma.

Represa do 8º Salto - Foto: Ademir Sgrott

Represa do 8º Salto – Foto: Ademir Sgrott

Tania ainda explica que a usina é geradora de energia elétrica e que não é uma comporta desse tipo que abriria para escoar a água. “A população pode ficar tranquila que não há nenhuma comporta que irá abrir para escoar água”, complementa.

A usina está situada em uma área de 46.066.744m², entre os municípios de Joinville, Schröeder, Jaraguá do Sul e Guaramirim, e a estação é cortada pelos rios Júlio e Bracinho, além de outros afluentes, onde estão abrigados 12 saltos d’água. Na usina, estão três lagos correspondentes a estes vários saltos, mas que não formam um grande lago, como a maioria imagina.

bracinogeral

À esquerda, Represa do Rio Júlio. Ao Centro, Bracinho (Represa do 8º Salto). À direita, lagoa do Piraí. Clique na imagem para visualizar via Google Maps.

bracinho01

O ponto circulado em vermelho indica o talude da Represa do 8º Salto

Confira mais fotos dos locais:

"Casa das Máquinas e Capelinha" - Foto: Ademir Sgrott

“Casa das Máquinas e Capelinha” – Foto: Ademir Sgrott

Lago da Represa do 8º Salto. Foto: Kleber Kienen

Lago da Represa do 8º Salto. Foto: Kleber Kienen

Barragem da Represa do Rio Júlio - Foto: itamauro1969

Barragem da Represa do Rio Júlio – Foto: itamauro1969

Vertedouro do Reservatório do Rio Júlio. Foto: Ademir Sgrott

Vertedouro do Reservatório do Rio Júlio. Foto: Ademir Sgrott