Por: João Marcos | 03/04/2012

Com certeza serão com lágrimas nostálgicas mas também repressoras que muitos de vocês lerão esta notícia publicada no G1. Segue na íntegra:

James McCartney afirmou em entrevista à BBC nesta terça-feira (3) que tem conversado com filhos de outros integrantes dos Beatles para formar uma banda. Ele, que é filho de Paul McCartney, poderia se juntar a Jason Starkey, Sean Lennon e Dhani Harrison para a criação de um novo grupo.
“Não acho que é algo que Zak [Starkey, filho de Ringo] queira fazer. Talvez o Jason [outro filho de Ringo, que também é baterista] queira”, declarou. “Eu toparia. Sean [Lennon, filho de John] parece ter gostado da ideia, Dhani [Harrison, filho de George] parece ter gostado da ideia. Ficaria feliz em fazê-lo”, completou.
A ideia, segundo ele, já foi “um pouco” discutida entre os possíveis integrantes, e James acredita que a banda vá acontecer. “Sim, espero que sim, naturalmente. Não sei, temos que esperar e ver. A vontade de Deus, o apoio da natureza, eu acho… Então, sim, talvez”.

Bom existe aquele pensamento de que o Pelé foi o maior jogador de futebol de todos os tempos e o filho dele não. Esse fardo de responsabilidade de serem comparados aos pais com certeza rodeará a carreira desses garotos. Em minha opinião, por mais talentosos que eles sejam, querer fazer as mesmas músicas de seus pais não parece a melhor alternativa, ainda mais pelo fanatismo e reconhecimento que o nome Beatle traz por si próprio. Mas se vão formar uma banda, e através dela expressar a SUA música, assim como fizeram os garotos de Liverpool anos atrás, acho muito válido. Quem sabe dessa vez o raio caia 2 vezes no mesmo lugar… Eu não reclamaria. Vamos aguardar.