Por: | 8 anos atrás

Foi muito fácil. Jogando contra o Juventus, o time do Figueirense venceu por 5 a 0 a partida realizada na noite deste sábado, dia 27, no Orlando Scarpelli. Júnior Negão, Willian e o goleiro Wilson foram os autores do gol. Com a vitória, o Figueira segue vivo por uma vaga nas semifinais do Returno. Por outro lado, o resultado negativo rebaixou matematicamente o Juventus para a Divisão Especial do Catarinense.

Nem tudo é o que parece
O Juventus bem que tentou frear o ímpeto do Figueirense. Começou a partida bem retrancado. Não dava espaço para a troca de passes do Figueira. Parecia que o Moleque Travesso iria contrariar a matemática que, antes do jogo, indicavam 99,99% de chances de cair. Parecia. Márcio Goiano orientou os jogadores para não forçarem o jogo pelo meio-campo. Roberto Firmino e Maicon sempre caíam por este setor. A ordem era acionar Lucas, na direita e Juninho, na esquerda. Deu certo.

Figueira empilha gols
Em uma arrancada pela meia-direita, Roberto Firmino tocou para Júnior Negão. O atacante deu um giro rápido, se livrou do marcador e bateu no ângulo: 1 a 0. O relógio marcava 26 minutos. O Juventus, depois de sofrer o gol recuou mais ainda o time. Deixou só o atacante Júnior lá na frente. Chances? Quase zero. O Figueirense seguiu no controle da partida. Faltava, no entanto, transformar esse controle em gols. Eles vieram somente no final do primeiro tempo. Willian, aos 40, recebeu passe primoroso de Júnior Negão, de novo, pelo flanco direito. O artilheiro do Alvinegro fuzilou André: 2 a 0. Bem mais solto depois do segundo gol, o Figueirense trabalhava a bola em velocidade, envolvia, a fraca defesa do Juventus. Aos 45, Júnior Negão bateu rasteiro. A bola foi bem no cantinho. André se esticou mas não chegou a evitar que ela entrasse: 3 a 0.

Orquestra e goleiro artilheiro
O Figueirense administrou o segundo tempo. Com o jogo na mão, atacava quando queria e não correu riscos. Marcou na frente. Com a bola no pé, tocava ela com facilidade. Maicon, Roberto Firmino e Willian se entendem como partituras de uma orquestra. O quarto gol do Figueira saiu numa tabelinha entre Willian e Maicon. Eles entraram na área do Juventus, e no passe de Maicon, Willian anotou o seu segundo gol no jogo e o 11º no Estadual. A noite ainda fechou com um gol do ídolo da torcida: Wilson, goleiro do time. Numa falta perto da entrada da área, Wilson bateu forte no canto: 5 a 0. Alegria e ovação nas arquibancadas.

Via DC.