Por: André Marques | 3 anos atrás

11

 

O vexame protagonizado pela nossa seleção na copa do mundo, além de nós render momentos divididos entre raiva e decepção, resultou na demissão de toda a comissão técnica da seleção.

A CBF precisou desembolsar R$ 9 milhões de reais para dar cabo de rescisão de contrato, FGTS e multa, de acordo com informações da Folha de São Paulo.

Felipão, dono de um salário de R$1mi em carteira por conta de uma premiação, provavelmente deixou a seleção sorrindo, porque recebey R$4.1mi ao ser mandado embora, um dia depois do final da participação brasileira no torneio.

Carlos Alberto Parreira, agora ex-coordenador técnico da seleção, tinha um salario similar ao de Felipão e recebeu a mesma quantia ao ser dispensado pela CBF. O Auxiliar Flávio Murtosa faturou R$ 751mil.

via R7