Por: João Marcos | 5 anos atrás

Não sou eu quem está afirmando, é a ciência que diz.

Pesquisadores da Princeton University  (EUA) entregaram testes a alguns voluntários – metade deles estava fazendo dieta e a outra não. A ideia era medir a capacidade absorção de informação nova, autocontrole, raciocínio lógico e espacial, e resolução de problemas. E o pessoal da dieta se saiu pior na maioria das vezes.

Por quê? Bem, além de passar fome, quem faz dieta perde boa parte do tempo contando calorias. E arrependido por ter extrapolado, de alguma forma, o limite calórico diário. Ou seja, essas pessoas se distraem mais – e ainda mantem o cérebro ocupado com coisas bem mais importantes, do tipo quantas calorias custou aquela mordida no bolo de chocolate da colega de trabalho.

Via NYTimes