Por: João Marcos | 6 anos atrás

Mark Zuckerberg, anunciou o plano da empresa de incentivar os usuários a compartilhar suas informações sobre doação de órgãos na rede social, junto com sua data de nascimento e escolaridade.

“O que nos impressionou nos últimos oito anos foi como as pessoas usam essas ferramentas sociais para falar sobre questões e desafios importantes para suas comunidades”, escreveu Zuckerberg, em um comunicado oficial.

“Hoje, mais de 114 mil pessoas nos Estados Unidos, e milhões em todo o mundo, estão à espera de um transplante de rim, coração ou fígado, que salvará suas vidas”, acrescentou Zuckerberg. “E acreditamos que, simplesmente dizer às pessoas que você é um doador de órgãos, o poder de compartilhar e de se conectar, pode desempenhar um papel importante”.

Para ativar a opção, o usuário deve ir a sua linha do tempo e clicar em “Evento cotidiano”. Depois, selecionar “Saúde e bem-estar” e escolher “Doador de órgãos”. Lá, o usuário poderá mostrar quando e onde ele foi registrado para ser um doador e contar sua história.

Assim como outros dados pessoais, o usuário também pode escolher com quem ele quer compartilhar a informação. Para isso, ele deve clicar nos controles de privacidade. A informação sobre doação de órgãos irá aparecer na linha do tempo e no perfil do usuário.

O Facebook não divulgou em quais países a opção está disponível. Por enquanto, usuários brasileiros ainda não têm acesso à opção na sua linha do tempo.

Um grupo de doação de órgãos norte-americano afirma que, em apenas um dia, mais de 100 mil pessoas usaram a nova função do Facebook.