Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás
7040-banner-100x150cm_REFERÊNCIA

A emancipação política de Jaraguá do Sul é comemorada em 26 de março, mas a Fundação Cultural de Jaraguá do Sul e o Museu Histórico Emílio da Silva promovem amanhã (14), às 9h30, no museu, a abertura da exposição “80 anos do Município de Jaraguá: a emancipação política gerou uma sociedade de trabalho”. Trata-se de um acervo fotográfico resgatado com o auxílio do Arquivo Histórico Muicipal Eugênio Victor Schmöckel, que destaca, de acordo com o historiador e chefe do museu, Ademir Pfiffer, em oito décadas, as diversas fases do município.

“São retratadas as fases rural, com a agricultura e a pecuária como fonte de renda; as firmas de gestão familiar; os desafios da educação e cultura; a ferrovia e a sua contribuição para o crescimento industrial e comercial; o perfil da evolução da paisagem urbana, com destaques para as edificações que se tornaram um ícone na história da arquitetura da cidade; as edificações de prédios públicos ligados à saúde, educação; a mobilidade que gerou instalações de importantes instituições prestadoras de serviços; os rios e as fases das enchentes devastadoras; as simbologias da identidade visual do município; a construção de importantes obras de infraestruturas; eventos que marcaram a cidade, o estado e o país; dentre outras imagens que revelam a grandeza e o desenvolvimento da Pérola do Itapocu”, adianta Pfiffer.

História – A emancipação política de Jaraguá do Sul ocorreu em 26 de março de 1934, quando o interventor Federal Aristiliano Ramos lançou o decreto estadual 565, criando o município. Em 8 de abril do mesmo ano ocorreu a solenidade de instalação do município, na sede da Intendência de Jaraguá. Completando a fase da construção da identidade municipalista, em 1943, pelo decreto estadual 941, assinado pelo interventor federal Nereu Ramos, a cidade passa a ser designada oficialmente de Jaraguá do Sul.

Solenidade – Uma sessão solene na Câmara de Vereadores também lembrará o dia da emancipação. O ato está programado para 25 de março, às 18 horas. Na ocasião, serão homenageados 12 cidadãos que representam a primeira economia do município: a agricultura e a pecuária. O evento também lembrará dos prefeitos e vice-prefeitos. O prefeito Eugênio Strebe, que governou durante o centenário do município, comemorado em 1976, representará todos os demais.

O Museu Histórico Emílio da Silva fica na Avenida Mal. Deodoro da Fonseca, 247 – centro. O horário para visitação do espaço é o seguinte: de terça à sexta, das 8 às 11h30 e das 13h30 às16h30. Aos sábados, das 9 às 12 horas; aos domingos, das 15 às 18 horas. O telefone para contato é (47) 3371-8346.

Fontes – Ademir Pfiffer e Leone Silva, chefe do Museu Histórico Emílio da Silva e presidente da Fundação Cultural de Jaraguá do Sul, respectivamente. Fones – 3371-8346 e/ou 2106-8700