Por: Max Pires | 05/12/2011

Pode parecer curioso, mas o hábito de mascar chiclete acompanha a humanidade por milhares de anos. Há quem diga que até mesmo o filósofo Sócrates se divertia com a goma de mascar.

Mas você sabia que mascar chiclete pode deixar as pessoas mais inteligentes, além de reforçar o desempenho mental, sem quaisquer efeitos colaterais? Pelo menos é o que afirma um estudo realizado por psicólogos da Universidade St. Lawrence (Estados Unidos).

O experimento foi realizado com 159 alunos que foram colocados numa sequência de exigentes tarefas cognitivas, tais como a repetição de números aleatórios e alguns enigmas de lógica. Os resultados apontaram que metade dos entrevistados que mascaram chiclete (tanto dos tipos sem açúcar como com adição de açúcar) se saíram melhor que os outros em cinco dos seis testes.

De acordo com o site Wired, estudos anteriores já obtinham respostas semelhantes, como, por exemplo, o fato da goma de mascar ser mais eficiente que a cafeína. Já essa pesquisa recente investigou as vantagens que o chiclete pode oferecer. No entanto, os efeitos causados pelo “alimento” duram, aproximadamente, cerca de 20 minutos.

Mesmo com os bons resultados, ainda não se sabe o que estimula o impulso mental que, aparentemente, não depende de glicose – uma vez que o chiclete sem açúcar gera os mesmos benefícios. Os pesquisadores afirmam que a goma melhora o desempenho devido à sensação de prazer que a mastigação propicia. Em outras palavras, o ato de mascar faz os indivíduos “acordarem” e se focarem nas tarefas do dia a dia.

Via Olhar Digital.