Por: Misael Freitas | 10/03/2017

Do dia a dia da gaúcha Marlise Becker, para as araras da Maria Rita. O estilo boho, que sempre acompanhou a lojista, foi sua inspiração para atuar na área de vendas. Instigada, ela começou a pesquisar sobre modas e tendências que se identificava e comprou as primeiras mercadorias.

Através do perfil pessoal no Facebook, divulgou as peças para as amigas que tinha deixado no Rio Grande do Sul. A partir daí, os pedidos não pararam. “Com o passar dos dias, a procura foi aumentando e senti que era a hora de inaugurar a Maria Rita”, conta Marlise. A loja foi aberta em junho de 2015.

Assim como a proprietária, as peças seguem um estilo alternativo e exclusivo, “fora dos padrões”, como define a empreendedora. O boho harmoniza de forma despojada o étnico, o vintage, punk, boêmio, folk, hippie e o romântico, com a presença de muitas franjas, cores e estampas.

09_destaque

“É a maneira que gosto de me vestir e acho que consigo transmitir esse conforto para as pessoas”, explica. Marlise comenta que é comum perguntarem a ela de onde é a roupa que está usando quando está passeando em algum local.

Além das clientes de Jaraguá do Sul, a Maria Rita recebe mulheres de Ibirama, Itajaí, Barra Velha, Balneário Camboriú e de outras cidades catarinenses. A cada dois meses, a lojista também reserva um fim de semana para atender as gaúchas. “A loja é bem conhecida já e tem um público fiel. No Rio Grande do Sul, vou a pelo menos seis cidades para fazer a vender”, destaca.

Para se manter no mercado, a lojista investe em projetos audaciosos. “Esse ano será diferente na Maria Rita, mas, por enquanto, as novidades ainda são segredo. Vamos deixar as clientes curiosas”, brinca Marlise. A relação com as consumidoras é assim, com familiaridade e diálogo. “Elas me dão liberdade para ajudar a montar a produção e eu adoro, pois sempre saem satis- feitas”, ressalta a gaúcha.

09_citac

Com 45 anos, Marlise já fez um curso de Moda quando mais jovem e atua nesse ramo desde 1992. O seu maior sonho, segundo ela, já é realidade. “Me dedico totalmente a Maria Rita, minha paixão de vida”, afirma. A lojista trabalha sozinha no comércio, mas, também conta com o apoio do marido em algumas atividades.

Uma das homenageadas desse mês, ela considera que ser mulher é sonhar, acreditar nos seus objetivos e lutar para alcançá-los. A loja, decorada exatamente na mesma linha do estilo boho, abre de segunda a sexta, das 10h às 18h30, e aos sábados, das 9h30 às 12h30.

Veja mais no site especial: http://www.mulheresdestaque.com.br