Por: Ariston Sal Junior | 3 anos atrás

O especial Casas noturnas é um oferecimento:

Captura de Tela 2014-09-22 às 23.58.53

Image Map

Produção:

Captura de Tela 2014-09-05 às 15.37.20

 

 

 

A noite de uma cidade tem duas avaliações, na minha opinião. Ou é boa, ou é ruim. Falo da noite no sentido de opções noturnas, de ter o que fazer, de baladas,  barzinhos… Jaraguá do Sul, na opinião de muitos moradores com quem já conversei, tem a segunda metade dos anos 1980, como um marco inicial de uma boa noitada na cidade.

notre O grande responsável por essa “mudança” nos costumes da noite jaraguaense foi o empresário Luiz Cesar da Silva, com a abertura, em 1985, da “Cæsar’s”. “Ficava ali, onde hoje é o Banrisul (antigo Bamerindus), lembra o empresário.

 

[…]

Veja também: Estreia Conversa Por Acaso, com Paulico da Silva

Você lembra do passado das baladas em jaraguá do sul

[…]

Os irmãos César e Paulico e 2014

Os irmãos César e Paulico em 2014  (foto Sal)

Cesar lembra que realmente na época havia pouca opção de lazer noturno em Jaraguá. “Eu gostava tanto de sair na noite, que resolvi unir o útil ao agradável”, diz. No início a danceteria, que era como se chamavam as boates nos anos 1980, só tocava música mecânica, comandada por um DJ. O irmão de Cesar, Paulico, foi um dos que abrilhantaram a noite da Cæsar’s comandando as pickups da casa. A trilha? O melhor do pop rock nacional e internacional da época. RPM, Titãs, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Dire Straits, U2, Simple Minds, The Smiths, The Cure… … Leia ouvindo (garanto que a sensação será ainda melhor): – You Are My Sunshine – Papa WinnieOlha 43 – RPM – Information Society – Think – The Outfield – Your Love … No lançamento do primeiro disco do RPM, o indefectível Revoluções por Minuto, com os megahits Olhar 43, Radio Pirata, A Cruz e a Espada e Louras Geladas, Cesar lembra de um episódio inusitado. “Eu estava circulando pela pista, quando uma moça me abordou e reclamou que os DJs não tocavam RPM. Estava tocando Louras Geladas em alto e bom som. Quando comentei isso ela ficou sem ação e disse que não havia ‘reparado'”, lembra sem esconder o sorriso.

Festa Brega na Notre

Festa Brega na Notre

A Notre Dame Desde a inauguração da Cæsar’s e no decorrer dos 10 anos seguintes, o empresário reformou, aumentou e construiu a choperia, para sempre oferecer o melhor aos seus clientes. Até que os costumes mudaram, a música jovem mudou e tudo ficou mais difícil, segundo Cesar. Até que depois de uma boa reforma, e ainda com movimento, o empresário decide vender o estabelecimento, que foi rebatizado deMarrakesh. Porém, a vontade de estar na noite e a paixão que tinha pela vida noturna falou mais alto e Cesar, uns dois anos após, Cesar inaugurou a Notre Dame.

Noite do inverso

Noite do inverso

O jaraguaense que já passou dos 30 anos tem pelo menos uma boa lembrança da Notre Dame, que inaugurou ainda com a Marrakesh em alta. A casa noturna foi marcada, principalmente, pelos shows nacionais que trazia para Jaraguá do Sul. Foram diversos nomes que se apresentaram por aqui. Engenheiros do Hawaii, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Ira!, Fernanda Abreu, Nenhum de Nós, Kid Abelha, Planet Hemp, Raimundos, Pato Fu, Information Society, Papa Winnie. “Foram mais de 500 shows. Fazíamos mais shows que em Joinville e Blumenau”, recorda Cesar. Mas a casa não era restrita apenas ao pop rock. Artitas como Só Pra Contrariar, Carrapicho e Manolo Otero, se apresentaram em Jaraguá com bom público. Isso sem contar com os shows humorísticos que se revezaram entre a Cæsar e a Notre Dame, como Costinha, Ari Toledo, Tangos e Tragédias e o mestre Chico Anísio.

Festa Halloween

Festa Halloween

Além dos shows, várias festas temáticas realizadas na Notre (como passou a ser chamada) também estão inseridas na lembrança saudosista dos jaraguaenses. Cada um deve ter sua festa ou show marcante para lembrar e recordar com carinho.  Cesar, também foi proprietário da Deep, já nos anos 2000, quando a moda passou a ser o pagode e a música eletrônica, e da Choperia 115. “Os tempos são outros”, afirma com brilho nos olhos, depois de relembrar suas investidas na noite de Jaraguá do Sul. Mate a saudade com esta galeria com vários momentos da histórica Notre e relembre aqui nosso post falando das baladas jaraguaense.

… E para fechar com chave de ouro, a estreia de um quadro aqui no Blog Por Acaso,que tem o objetivo de ouvir histórias de pessoas bacanas que fazem parte da história de Jaraguá do Sul. Dá o play no vídeo abaixo e nos ajude a fazer esse novo formato junto com a gente. Para isso, assine o canal Por Acaso Vídeo, se gostou dê um like e se quiser compartilhe o vídeo com seus amigos. A ideia é transformar esse novo formato de apresentação de conteúdo em uma série de bate-papos. No primeiro episódio, Max conversa com o artista Paulico Silva. [youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=tYTS8mIVuCc&list=UUbg8Cn-4BRDgaRBUEz408Xg” autohide=”0″]