Por: Isah Sanson | 6 anos atrás

É justamente essa a filosofia da Vittra Telefonplan, uma escola sueca que tem chamado a atenção de todo o mundo tanto pela arquitetura do ambiente de aulas quanto pela metodologia de ensino.

Segundo eles, o ambiente escolar é a maior forma de aprendizagem – sendo mais importante, inclusive, do que o conteúdo das aulas. Em uma época onde a informação está disponível a uma “googlada” de distância, a capacidade de armazenar conteúdo na cabeça não é mais o que distingue um bom estudante de um mau estudante.

Se o estudante aprende a aprender, fica mais fácil ele lidar com os desafios que aparecerão em sua vida nos anos que sucedem o período escolar. E fica mais fácil ele continuar aprendendo sempre.

A própria estrutura do prédio (criada pelo arquiteto Rosan Bosch) foi pensada de forma a acolher os estudantes e deixá-los livres para aprenderem da forma que se sentem mais confortáveis.

O prédio é dividido em cinco ambientes: a Caverna (um espaço reservado para concentração e privacidade), o Laboratório (experiências e trabalho prático), a Fogueira (aulas em grupo e socialização), o Furo (um lugar para encontros e impulsos), e a Arena (um lugar para mostrar e discutir o que foi aprendido).

Abaixo um vídeo com mais detalhes sobre a escola:

Via Update or Die.


Não sei vocês, mas eu voltaria pra escola facinho se fosse um lugar assim. Quem trabalha com criatividade consegue entender e absorver o conceito proposto com mais facilidade, vendo uma ideia brilhante nesse projeto.

Agora só poderemos ver se de fato funciona daqui uns anos, quando esses pequenos entrarem para o mercado de trabalho. Tomara que entre eles se revelem alguns “Jobs”.