Por: Cláudio Costa | 2 anos atrás

Representantes das cinco entidades beneficentes participantes da ação Jaraguá Faz Bem vieram até nosso QG nesta quinta-feira, 19, no bairro Baependi, para receber os R$ 7,5 mil arrecadados com a campanha realizada nos meses de setembro e outubro deste ano. A ação, que promovia a venda de camisetas com o propósito de divulgar os trabalhos realizados por essas entidades, terminou num divertido encontro, que incluiu a entrega de um cheque simbólico.

Os representantes do CVV (Centro de Valorização da Vida), Ajapra (Associação Jaraguaense Protetora dos Animais), Associação de Recicladores Jaraguaenses JVS, Casa de Apoio Padre Aloísio Boeing e Casa do Caminho agradeceram pelo trabalho desenvolvido pelo Por Acaso, estúdios de design e patrocinadores na campanha. Max Pires, diretor comercial da empresa de comunicação, conta que a soma dos trabalhos e recursos dos parceiros foi o que resultou no sucesso. “A campanha teve custo zero, possibilitando que todo o dinheiro arrecadado fosse revertido para as entidades”.

Foto compartilha em redes sociais com o engajamento do público de Jaraguá

Foto compartilhada em redes sociais com as camisetas da Casa de Apoio Pe. Aloisio Boeing (E) e CVV

Os beneficiados pela campanha comentaram de diversos resultados positivos. Para eles, a exposição gerada pelo Jaraguá Faz Bem reverteu em muitas novas doações, tanto de recusos quanto também voluntariado.

Angela Wenningkamp, da Casa do Caminho, comentou: “Qualquer ajuda é sempre bem vinda, porque desenvolvemos um trabalho voluntário. Vivemos e dependemos dessas doações”, frisa. Maria de Lourdes Pellense, da Ajapra, conta que a receita da entidade é pequena e a doação vai beneficiar o trabalho dos voluntários da instituição. “Vivemos das doações da comunidade e não recebemos ajuda do poder público. É de suma importância toda as doações que recebemos”, avalia Maria.

“Hoje, nosso trabalho está focado na reinserção de dependentes químicos. Essa doação vem ajudar o início da estruturação das pessoas, que depois do tratamento volta para a sociedade. Essas retornam para o convívio social sem nada. Absolutamente nada, nem família. O dinheiro ajuda a comprar uma roupa e sapatos para a pessoa procurar um trabalho”, exemplificou Daiane Pradi, da Casa de Apoio Aluisio Boeing.

Maria de Lourdes Wilhelm de Avila, do CVV, comenta que o dinheiro será destinado para a capacitação de novos voluntários. “O CVV trabalha com a prevenção de suicídio. Esse valor que vem em benefício da entidade vem para a formação, para a preparação dos voluntários. É um valor agregado que sempre se faz fundamental”, observa.  Adilson Dalcanale, da Associação de Recicladores Jaraguaenses JVS, comenta que o dinheiro vai ajudar a melhorar a estrutura da associação. “Temos um plano para janeiro do ano que vem. Vamos fazer uma melhoria para a produção ser mais rápida. Hoje, nós processamos 140 toneladas por mês e queremos aumentar para 200 toneladas por mês. Para isso, vamos adquirir uma nova esteira”, adianta.

camisetas

QUEM MAIS AJUDOU A FAZER O BEM
Agradecemos a todos que fizeram sua parte adquirindo uma ou mais camisetas e ajudaram na divulgação desta ação. Aos estúdios Self, Firmorama, Alamo, Rendi e Blanka, pelo tempo dedicado nos brainstorms e também no desenvolvimento das fantásticas estampas.

Agradecimentos à Marisol S.A, que gentilmente cedeu toda as camisetas; e à Metalnox, que assumiu o processo de estampa.

À Vê Mais Mídia Externa, Rádio Supernova, Rádio 105FM, Stúdio FM, Jornal O Correio do Povo, Jornal FolhaSC, Jaraguá do Sul Park Shopping e Entrelinhas Assessoria em Comunicação pelo apoio na divulgação.

Ao Diego Nunes pelas fotos, à Planar Filmes, à Clicheplus clicheria e construtora Proma pelas embalagens das camisetas e ao CDL de Jaraguá do Sul pelos impressos.

Campanha Jaraguá Faz Bem, organização: Associar (Associação Cultural e Beneficente Ciência e Artes) e PorAcaso.com.